Missão em Angola

No próximo dia 5 de junho de 2011 seguirão os oito primeiros missionários (6 homens e 2 mulheres) para Huambo, Angola, África.

Huambo está situada a 599km da capital Luanda, região devastada pela Guerra Civil que durou 30 anos, após a Independência de Portugal, em 1975.

Nossos missionários, desembarcarão dia 6 de junho, na Capital Angolana e serão recebidos pelo Bispo da Arquidiocese, Dom José Queiroz, que não mediu esforços para que esta Fazenda da Esperança se tornasse realidade entre seu povo.

Em Luanda eles se encontrarão com os Padres Salesianos, que já desenvolvem um amplo trabalho missionário na região. Os Salesianos se incumbirão de recepcionar nossos missionários no Aeroporto de Luanda e levá-los até Huambo.

Em Huambo, nossos missionários se alojarão no Antigo Mosteiro das Religiosas Cistercienses, irmãs que em clausura, impelidas pelo Espírito Santo, seguiam a Cristo na solidão, mas que durante a sangrenta guerra, acolheram o seu povo.

O Mosteiro Cisterciense encontra-se devastado pela guerra.

Sem fé, seria impossível viver aqui, mas a fé nos ajuda a nos anular para nos dedicar ao outro, a descobrir o rosto de Cristo nos outros, não somente pelo que conseguimos dar, mas pelo fato de escutar e acolher as pessoas desesperadas que nos procuram. Permanecendo aqui, testemunhamos nossa esperança de que as coisas mudem e que a vida possa voltar a esse país”, depoimento da irmã Gertrudes, publicado na Revista Mundo e missão, sobre a vida no convento durante a guerra.

Fonte: http://www.pime.org.br/mundoemissao/testemirmas.htm

O Bispo da Arquidiocese de Huambo, Dom José Queiroz, reformou 2 cômodos desse convento para alojar, a princípio, nossos missionários.

Sabemos da árdua tarefa a eles incumbidos, mas a providência acolherá nossos missionários e eles, imbuídos da vontade de seguir Jesus até o fim, seguirão levando a esperança a todos que dela precisarem.

Nossos missionários estão incumbidos de restaurar o mosteiro Cisterciense para acolher os demais missionários que seguirão em setembro deste ano ainda para a segunda parte da missão.

A Fazenda da Esperança de Huambo conta com 300 hectares de terras, e está localizada a 500m do Mosteiro Cisterciense. Ela aloja as ruínas do Mosteiro dos Trapistas, chamado Mosteiro da Bela Vista. Os monges trapistas alimentavam-se de longas horas de  oração diária, recolhimento e trabalho. (Trapistas, ordem beneditina, fundada em 1140, na abadia beneditina de Notre-Dame de la Trappe, na França.)

Nossos missionários levarão a Planta Arquitetônica da Restauração desse Mosteiro, que com a generosidade do povo brasileiro, conseguirão reconstruí-lo e inaugurar em meados de outubro deste ano, a Capela de Trapa, que será a primeira capela da Fazenda da Esperança em terras angolanas.

Contato para participar das missões: adm.central@fazenda.org.br

Fotos do Mosteiro Cisterciense em Huambo

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma ideia sobre “Missão em Angola

  1. Arlete Barbosa de Paiva

    Queridos irmãos missionários em Angola, é com emoção e imenso carinho que lhes desejo força, fé e coragem nessa missão. Nesses momentos é que tenho certeza que a Fazenda da Esperança é a obra de maior alcance social e evangelizador em ação nesse Planeta. É formada por pessoas voluntárias que realmente amam a Deus e aos irmãos, e se doam inteiramente ao trabalho da Fazenda. Que Deus lhes fortaleça e que a providencia divina faça dessa Nova Fazenda mais uma grande obra de amor, fé e caridade. Um abraço a todos e que Jesus esteja sempre em vossos corações.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>