Arquivo da tag: Depoimentos

Dias extraordinários

[nggallery id=346]

Os fundadores da Fazenda da Esperança, Nelson e frei Hans descrevem os acontecimentos da inauguração da Fazenda da Esperança em Celorico da Beira, em Portugal entre os dais quatro a sete de maio e afirmam que foram dias extraordinários. Boa leitura!

“Os dois dias que antecederam a inauguração foram marcados pela expectativa de que a chuva e o frio cessassem. E por isso o Frei sempre lembrava de pedirmos para esta graça que se realizou plenamente no dia da inauguração para a surpresa de todos, porque os missionários diziam que somente dois dias tiveram de sol neste mês de missão.

A presença das pessoas da comunidade de várias vilas era impressionante. Na noite anterior, os padres convocaram uma breve vigília na fazenda, com a oração do terço e procissão com a imagem de nossa senhora de Fátima. Pela primeira vez presenciei uma preparação de inauguração assim. E mesmo com frio tinha mais de 250 pessoas.

Nestes dias e mais especialmente no dia seis, eu pude ver a realização concreta da força da evangelização que a Fazenda tem. O jeito simples, alegre, jovem e muito unido de todos os missionários e a liderança firme e determinante dos padres Carlos e Martins, fez com que assistíssemos a um espetáculo de testemunho e de vida com as mais de 1200 visitas que chegaram de toda região para a inauguração.

Na parte da manhã tivemos um encontro com alguns convidados e pediram-nos que contássemos a experiência do início. Era uma unidade muito forte. Em seguida, pediram a palavra da irmã Maria Alice que nos convidou para Portugal há cinco anos e da doutora Fátima, doadora do terreno.

Além disso, providencialmente vieram para a festa os pais do Júnior um interno de Guaratinguetá / SP, que já tem 11 meses de caminhada. Eles deram o seu testemunho de transformação do filho e da família deles.

Na parte da tarde, depois da apresentação dos missionários, a missa com o bispo da Guarda, dom Manuel Felício e a bênção da casa, um grupo de sanfoneiros deu um toque todo particular com músicas tradicionais portuguesas. Era bonito de poder gravar as imagens de tudo isso e sentir o céu aqui na terra.

Com a ajuda das comunidades, tinha o almoço para um grupo de mais de 100 pessoas e no final da tarde refeição para os 1200 participantes. À noite, mesmo super cansados o frei sugeriu de fazermos uma comunhão e era bonito de ver aquilo que Deus construiu na alma de cada um.

No dia seguinte queríamos dormir um pouco mais, porém foi anunciado que chegaria um caminhão da Alemanha com os móveis doados para a casa nova. Acordamos cedo e depois da meditação passamos o dia trabalhando no descarregamento e arrumação dos móveis que parecem ter sido feitos para essa casa. Praticamente tudo era justo para aquele quarto, aquele escritório, aquela capela, aquela entrada. São as delicadezas de Deus que desta vez se manifestou numa doação de uma quantidade enorme de móveis semi-novos de um batalhão do exercito alemão.

Mexeu muito comigo a meditação que padre Paulo fez na manhã do dia que partíamos quando para explicar a Palavra de Vida do mês de maio reforçou a ideia que para deixar com que o fogo que foi aceso neste período da missão continue a queimar é preciso morte e renúncia. Ao Ludio e ao Claudio missionários que assumiram ficar nessa nova comunidade será dada a graça deste início. E por isso a obra pode avançar. Eu, o frei, padre Paulo, Christian e Luiz estamos saindo de Portugal dando mais um passo de fé. A obra é Dele”, escreveu Nelson Giovanelli Rosendo, fundador da Fazenda da Esperança.