Tema do mês de Julho – O Carisma da Esperança

Frei Hans escreve sobre o tema do mês – O Carisma da Esperança. No Diário da Esperança mensalmente você confere um tema especial:

Carisma é algo que Deus faz nascer em determinadas épocas, para atender as necessidades então existentes. Existem muitos carismas na Igreja, porém todos eles sempre atendem a uma necessidade concreta que existe.

No nosso caso, na Fazenda da Esperança, existe o lado prático que é a recuperação dos dependentes, mas, já há algum tempo, vimos entendendo que o Carisma para o qual Deus nos chamou vai além dessa simples recuperação; sentimos que Ele nos chamou para que sejamos a Esperança no mundo de hoje, principalmente nos lugares onde ele tem mais carência dela.

Nós, homens, temos muitas esperanças – um bom trabalho, estudo, um bom casamento, a cura de uma doença, etc. -, porém existe uma maior, Deus, que é ligada à eternidade, a que queremos ser para o mundo, que anda tão carente dela. Onde houver escuridão, queremos ser a luz de Deus.

No início, entendemos que Deus nos queria no meio dos dependentes, para que pudéssemos ajudá-los a superar as suas dificuldades e encontrar a esperança, encontrar Deus e, assim, seguir em frente. Porém, depois de certo tempo, sentimos que através dos dependentes vinham também a sua família, seus amigos e seus conhecidos, e aos poucos fomos constatando que o mundo necessita dessa Esperança, pois está sem forças, quase sem “luz”. Muitas pessoas já nem têm vontade de viver e até mesmo dão cabo da própria vida ou a destroem de muitas outras formas, sendo o uso de drogas um dos principais meios usados para isso.

Nos dias de hoje, além da dependência de drogas, o mundo sofre com muitas outras dependências. Uma delas é a grande dependência que as pessoas têm da tecnologia, do celular, da internet etc. Outras pessoas se tornam dependentes do trabalho como um meio de acumular bens materiais a ponto de não ter mais tempo para Deus, para os outros ou até para si mesmo. Outro tipo de dependência que escraviza as pessoas é a compulsão de comprar, o consumismo sem controle, sem medidas.

Essas são algumas dependências que fazem com que as pessoas não consigam ter esperança, ter um tempo para Deus. Essas pessoas necessitam encontrar homens e mulheres que tenham em si algo que nada ou ninguém possa destruir, algo que não passe e que sustente as suas vidas em todas as situações, principalmente as difíceis. Elas precisam dessa “Esperança” que é Deus, que não morre jamais e que nenhum medo consegue tomar conta dela.

Uma Esperança que não nos decepciona.

Frei Hans Stapel ofm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *