Missão feminina em Ñambi – Paraguai

As missionárias que estão em Ñambi, no Paraguai, na Fazenda feminina Virgem de Caacupe contam suas experiências. É possível ver os frutos da vivência da Palavra.

“Segunda dia 26 de fevereiro, as missionárias iniciavam a semana vivendo a palavra do mês, cada uma tentando colocar um sentido em cada ato, para assim poder ser luz para as outras, tanto no trabalho no terreno, como na casa ou na pintura, percebendo vontade de Deus em gesto.

No dia seguinte a palavra era: “aprender fazer o bem”, e todas viveram intensamente com cada ato de amor que fazia para sua irmã. E com uma meditação da palavra muito profunda, em que Angelucia ressaltou a importância de amar sem pedir nada em troca, amar sem condições. Neste mesmo dia um grupo de missionárias foi até a rádio da cidade para falar sobre a Fazenda, na missão de dar seu testemunho. No dia seguinte, apesar do cansaço, da gripe de algumas meninas e dores no corpo, as jovens conseguiram reconhecer Jesus Abandonado, e abraçando a dor seguiram com as tarefas de preparação da Fazenda.

Os dias foram passando e às vezes parecia que o trabalho não rendia, mas ao final era possível  ver os frutos. Basta confiar em Deus que a graça chega, como falava a palavra do dia que era: “Bendito o homem que confia no Senhor”. AS jovens também tiveram a graça de receber o Padre Matias, juntamente com algumas irmãs da comunidade, onde o padre celebrou uma bela missa.

Ainda nesta semana, a responsável Francisca, juntamente com Angelucia e Irmã Graça tiveram um encontro com o bispo de San Lorenzo, Dom Joaquim, em que trataram de assuntos da Fazenda.

E assim concluiu-se a segunda semana de missão num domingo em que todas foram participar da missa na catedral de San Lorenzo e durante a tarde puderam experimentar um clima familiar, à noite foi a despedida de Angelucia, com grande pesar, pois enquanto esteve conosco sempre nos incentivou e trabalhou junto para que tudo ficasse da melhor maneira que poderia ficar.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *