Homenagem a Dom Irineu Scherer

Dom Irineu Roque Scherer, filho de Avelino Aloisio Scherer e Maria Alvina Spohr Scherer, natural de Cerro Largo/RS. Foi um grande amigo da Fazenda da Esperança e colaborou muito para esta Obra até a data de sua morte – 02/07/2016.

Pertenceu ao clero da Diocese de Toledo/PR, quando foi chamado ao episcopado. Formado em História da Igreja, pela Universidade Gregoriana de Roma. Lecionou Filosofia na UNIOESTE (Universidade Estadual do Paraná), em Toledo e História da Igreja em Cascavel/PR no CINTEC (Centro Interdiocesano de Teologia de Cascavel), hoje FAMIPAR (Faculdade Missioneira do Paraná).

Foi bispo diocesano de Garanhuns/PE, por nove anos, de 16 de agosto de 1998 até 19 de agosto de 2007. Recebeu vários Títulos Honorários em Municípios da Diocese de Garanhuns/PE, e, por fim, recebeu o Título Honorário de Cidadão Pernambucano, na Assembléia Legislativa daquele Estado.

Em 2007 se tornou Bispo diocesano de Joinville/SC e foi o bispo de referência da Pastoral da Comunicação e das Novas Comunidades no Regional Sul IV. Dia 28 de junho de 2010 tornou-se Cidadão Honorário de Joinville/SC e, desde o dia 24 de maio de 2012, é Cidadão Honorário de Santa Catarina.

Publicou os seguintes libros pela Fazenda da Esperança: Meditações para reavivar a Esperança I – Espiritualidade; Meditações para reavivar a Esperança II – Catequese; Meditações para reavivar a Esperança III – Padroeiros das Fazendas da Esperança; Missões – Meditações para Reavivar a Esperança IV.

Muitos jovens puderam se recuperar graças ao bispo, que além de ajudar a abrir novas unidades ele colaborou na formação dos acolhidos. Amigo de frei Hans desde 1972, quando ele chegou no Brasil, sempre se encontravam nos encontros do Movimento dos Focolares e quando foi transferido para Garanhuns/PE, logo deu início a abertura de uma nova Fazenda nesse estado.

Ao voltar para a região sul, na diocese de Joinville/SC, continuou a contribuir muito para a comunidade terapêutica. Frei Hans completa dizendo:

“Quando nasceu a ideia do projeto Toda Vida tem Esperança, pensamos em começar por Joinville, em homenagem a dom Irineu. Além de colaborar para a abertura de novas Fazendas, ele sempre nos ajudou a formar os jovens. Ele escreveu livros de diversos tipos, e o último deles, foi entregue em nossa editora algumas semanas antes de sua morte e fala sobre o tema das Missões. E após a sua partida, agora conseguimos imprimir o livro e o lançamento será durante a passagem do nosso projeto em Joinvile. Estou encantado em ver como foi bem feito e o conteúdo deste livro, ele tinha uma grande sensibilidade, conhecia os problemas de nossos jovens, mas ao mesmo tempo, ele os encorajava a serem missionários e não parar nos problemas.”

Seu lema episcopal foi: “Fides mundum vincit” – “A fé vence o mundo”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *