Encontro de Formação na Fazenda

Encontro reúne leigos e sacerdotes da Fazenda da Esperança em Aracati-CE

A Fazenda da Esperança realizou, no período de 23 a 31 de agosto, um Encontro de leigos  e sacerdotes da Família da Esperança. O retiro contou com momentos de formação, troca de experiências, comunhão e lazer, com a presença dos fundadores da comunidade terapêutica, Frei Hans Stapel e Nelson Giovanelli, e os membros da atual presidência, o Pe Luiz Menezes e Ricardo.

Participaram desta formação 15 padres e 20 leigos de vida comum, vindos de Fazendas de todas as regiões brasileiras e de países como México, Argentina, Alemanha, Paraguai e Itália. O local escolhido para o encontro foi a praia de Majorlândia, localizada na cidade de Aracati, a 154km de Fortaleza, no Ceará.  As manhãs foram dedicadas a formações sobre aspectos da espiritualidade do carisma e, na parte da tarde, os participantes vieram momentos de comunhão e lazer.

O responsável pela regional Nordeste I, padre Anderson Fontes, falou sobre a missão e a responsabilidade de fazer um bom acolhimento aos participantes do Encontro, vindos de tantos lugares diferentes do Brasil e do mundo. “Me senti no dever de fazer um bom acolhimento, para que eles se sentissem amados desde a chegada, porque penso que isso já constrói o espírito de comunhão”, comentou.

Na avaliação do presidente da Fazenda, padre Luiz Menezes, o Encontro foi um momento muito profundo por proporcionar a partilha das experiências, frutos e graças de Deus a partir da oferta de cada membro na Obra.

“Na Família da Esperança temos a varias realidades de vocações, pessoas que entregaram suas vidas totalmente a Deus. Precisamos de encontros como esse para nos aprofundar na nossa vocação, fortificar em nós o vínculo de pertença à Família e também conhecer a ação missionária de cada obra da Fazenda da Esperança espalhada pelo mundo”, destacou o sacerdote.

Ricardo, membro da presidência da Obra, enfatizou a importância de partilhar as alegrias e tristezas vividas por cada membro em cada fazenda. “É uma oportunidade única que temos durante o ano para partilhar as alegrias e tristezas vividas e para nos conhecermos melhor. É importante alimentarmos esse espírito de unidade, uns há mais tempo e outros mais novos, e voltarmos para as nossas fazendas com esse mesmo espírito”, pontuou.

Durante o encontro, o padre Pedro Belcredi, que mora na fazenda de Manaus e é natural da Itália, partilhou sua alegria de viver na comunidade terapêutica.

“Como padre de 80 anos, vejo na Fazenda a realização de tantos sonhos: sonho de ter uma comunidade que procura viver a palavra seriamente. A coisa que me deixa mais contente e agradecido a Deus é a possibilidade de dizer a um jovem que errou que o que passou, passou, Deus perdoa tudo, de ter essa capacidade como padre, de perdoar, e ver as pessoas às vezes chorando de alegria, para mim é a maior satisfação”, disse o sacerdote.

Para Luiz Fernando Braz, natural de Guaratinguetá-SP e responsável por uma das Fazendas existentes na Alemanha, participar do Encontro é uma experiência de voltar para casa. “Para nós que somos missionários fora do Brasil, voltar para nossas raízes é como poder beber da fonte. Foram dias de muita comunhão, o que me alimentou e me deu forças para poder voltar e levar a esperança para os jovens e os meninos que agora vou encontrar, que também têm uma sede muito grande de Deus”.

Ao final do Encontro, a comitiva fez uma visita às fazendas do Ceará, nas cidades de Pacatuba, Sobral e Fortaleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *