Tratamento em fazenda tem grande procura

Após três meses de funcionamento na Zona da Mata, a Fazenda da Esperança representa mais uma opção de recuperação da dependência química na região. A instituição, que é vinculada à Igreja Católica, possui 59 unidades no Brasil e atende cerca de 2.500 pessoas entre 15 e 45 anos. No ano passado, a comunidade terapêutica recebeu, do Instituto Dona Selva, a doação de uma área rural no km 46 da BR-267, em Guarará. A nova unidade, que fica a cerca de 40 quilômetros de Juiz de Fora, tem capacidade para 22 recuperandos.

Atualmente, o tempo de espera por uma vaga em uma unidade da Fazenda da Esperança na região Sudeste do país pode ser de até dois meses. Isso porque há uma grande demanda pelo serviço e, apesar das comunidades terapêuticas representarem a maioria das instituições de tratamento, a oferta ainda é pequena. De acordo com o presidente local da fazenda de Guarará, Clovis Gonçalves Pires, a grande procura deve-se ao fato de a instituição ter conseguido reconhecimento pelo serviço prestado. Ele explica que os dependentes são incentivados a trabalhar e a desenvolver a espiritualidade. “Em cada comunidade, há um tipo de produção. Pode ser de alimentos, artesanato ou produtos de limpeza, por exemplo. A maior parte do que consomem também é produzida nas fazendas.”

J., 32 anos, é um exemplo de que a passagem pelo lugar pode proporcionar bons resultados. Depois de depender de álcool e drogas por 17 anos, ele está há três sem fazer uso. “Comecei com bebida e maconha e, no final, estava usando crack. Foi quando percebi que só estava me afastando da família e dos meus filhos. Decidi pedir ajuda e entrei na Fazenda da Esperança de Teresópolis.” J. cumpriu todo o tratamento e, agora, é voluntário em Guarará. “É muito bom saber que posso ajudar quem está passando pelo mesmo que eu.”

Comunidades terapêuticas

Segundo dados do mapeamento realizado em 2006 e 2007 pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), 38,5% das instituições brasileiras voltadas para o tratamento da dependência química se enquadram no perfil de comunidades terapêuticas. Já os Centros de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas (Caps AD) representam 12,2% das unidades existentes, e os grupos de autoajuda, 9,9%. Segundo o professor do Departamento de Psicologia da UFJF e consultor do Senad, Telmo Ronzani, as unidades de tratamento nesse estilo tornam-se importantes pelo fato de no Brasil a rede de atenção ao dependente químico ser incipiente. Telmo esclarece que, de forma geral, as comunidades terapêuticas prestam um bom serviço, “mas é fundamental contarem com apoio técnico e profissionais capacitados, para não provocar danos futuros aos pacientes”. Ele ressalta que as famílias dos dependentes devem buscar conhecer as instituições e as condições do ambiente e não aceitar a inclusão da pessoa de forma forçada nas unidades.

Apoio precisa ser mantido para evitar recaídas

De acordo com a diretora administrativa do Núcleo de Apoio aos Toxicômanos Anônimos de Juiz de Fora (Nata), Flávia de Souza Pires, o problema da dependência química também costuma esbarrar na desestrutura familiar. Ela ressalta que o tratamento em unidades terapêuticas aliado à mudança de comportamento familiar e à participação nos grupos de apoio pode levar a bons resultados. “Depois que a pessoa sai do espaço de recuperação, precisa encontrar apoio e um ambiente propício para não recair.” O professor de psicologia Telmo Ronzani concorda e explica que a dependência é desenvolvida ao longo dos anos, o que provoca uma alteração do comportamento social e também das questões afetivas e biológicas. “A readaptação é difícil por isso. Já que, ao sair da unidade de tratamento, o dependente precisará reconfigurar todas as suas relações, o que não é fácil.”

Fonte: Tribuna de Minas http://www.jfclipping.com.br/acesso/?url=http://www.jfclipping.com/tribuna/2010_03_17/geral60.htm

11 ideias sobre “Tratamento em fazenda tem grande procura

  1. Beatriz Almeida

    Por favor…
    Peço ajuda para meu irmão que mora em Teresopolis dependente de alcool…ele tem 55anos e esta pessimo!!!
    Ele agora quer ajuda e soube de vcs.
    Preciso saber se é possivel a internção, tratamento e valor.
    Por favor é realmente urgente e estou desesperada precisando de apoio.
    \aguardo um retorno de vcs o mais breve possivel.
    Muito Obrigada ,Beatriz Almeida

  2. Jose gabriel marinho cascardo

    Bom dia, gostaria de saber qual o valor para interar uma pessoa, pois tenho um familiar que precisa e quer tratamento.
    Desde ja agradeço a atenção.

  3. lu

    estou muito feliz, meu irmao entra sabado p recuperaçao, na fazenda em teresolis, sou catolica e confio em deus e nossa senhora, cuidarao dele, deus abençoe todos vcs… estou em oraçao me ajudem, tambem em oraçao…meu deus e fiel, e sempre sera. paz e bem

  4. cida

    quero aqui expressar total felicidade.. meu marido felipe c.de oliveira estava em direçao ao fundo do poço. atormentado pelas drogas…hj graças a deus.ele se encontra na fazenda…..c/ um proposito… de uma nova vida..desde o dia 28/01/2012 ele esta la…e tenho certeza que c/o apoio de tds da fazenda..e mo carinho meu e da minha filha ..vamos conseguir ser uma familia feliz…que deus abençoi tds aqueles que se encontra em recumperaçao…..

  5. valcy o. bastos

    fico muito feliz de ter completado o meu ano na faz. de tere.hoje eu sei como e bom viver na prezença de deus porque foi com fe que eu tenho nele que me sustenta aqui fora ,fico muito grato a fazenda por ter me ensinado uma nova qualidade de vida e uma vida crista,porque com deus esta dificil imagina sem ele.deicho aqui um abraço para todos da fazenda de tere. e de todas pelo mundo.Meu nome e valcy e estou com cristo, que deus abençoe todos nos.

  6. Ronaldo Henrique Furtado

    Bom dia,

    Sou de Barbacena, estamos com um trabalho em nossa cidade para ajudar os dependentes químicos desta cidade, chama-se Centro de Acolhimento Dom Bosco, temos uma equipe de atendimento que acolhe as pessoas que vem buscar ajuda fazendo uma ficha e encaminhando para a equipe de abordagem, a equipe de abordagem visita o dependente, conversa com ele e analisa qual o tratamento ideal, se for internação encaminhamos para uma clínica. É um trabalho de união das paróquias de Barbacena, atendemos pessoas carentes e ajudamos nas clínicas com alimentos e com o valor caso o dependente não tenha condições financeiras.Precisamos de contato com a Fazenda Esperança de Juiz de Fora, pois queremos fazer contato e visita-los. O pessoal da Fazenda de São Paulo já nos visitou e montaremos uma clínica masculina em Campolide.

  7. luciene morais

    Olá, gostaria muito de informações sobre o tratamento fornecido pela FAZENDA e se esse site é o mesmo que é demonstrado na missa da rede vida todas as quartas-feiras as 06hs da manhã. Porque tenho interesse em pedir ajuda de vcs na recuperação do meu subrinho viciado em drogas.

    Agradeço a atenção

    Luciene Morais

  8. Brigida Coelho

    Gostaria de dizer que o mais lindo que Deus proporcionou foi a oportunidade da Fazenda da Esperanca…para ajudar aos viviados dependentes etc. Pois necessito saber onde localiza a cidade de Campolide????Parabens ao Frei Hans…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>