Primeiros passos

[nggallery id=355]

O primeiro encontro do grupo Esperança Viva (GEV) de Não Me Toque / RS para dar apoio e esperança às famílias, realizou-se no dia 24 de maio e contou com a presença de oitenta e seis pessoas. Boa leitura!

“Entre elas tivemos a presença da vice-prefeita, Teodora Lutkmeier, do pároco local, frei Rodrigo, da Fazenda de Casca, Wagner de Lima, dos recuperandos César e Romeu também da Fazenda de Casca, do presidente do grupo AA e de membros da diretoria da comunidade Católica da nossa cidade.

Iniciando o encontro saudei a todos e passei a palavra ao frei Rodrigo que nos mostrou todo o orgulho e interesse em fazer-se um com o grupo, disponibilizando gentilmente o local (centro de pastoral Cristo Rei) para que possamos realizar comodamente nossos encontros, em duas oportunidades mensais com pré-contrato até dezembro de 2012.

Logo após passei a palavra ao Wagner Lima da Fazenda de Casca que então explicou a todos como surgiu o GEV, qual a finalidade do mesmo e da importância que o grupo tem para as famílias e também para aqueles que retornam do período de recuperação das Fazendas. Wagner também falou da origem da Palavra de Vida e da intenção de Chiara Lubich quando a criou, sugerindo que a prática do Amor seria a maneira mais eficaz de trazer a paz, a esperança e a fé a todos aqueles que passam por dificuldades. Logo após tivemos a leitura da Palavra de Vida do mês, com a participação dos presentes e mais uma vez Wagner palestrou sobre a importância de amar ao próximo como a si mesmo.

Tivemos então o relato da experiência do Romeu que é um recuperando da Fazenda de Casca, contando um pouco da sua caminhada, das dores causadas pela já superada dependência, e também da alegria de poder ter a chance de recomeçar e ter assim uma nova vida.

César, que é Colombiano e está fazendo sua caminhada de recuperação na Fazenda de Casca, também emocionou a todos com sua história de vida e do quanto sofreu quando fazia uso das drogas, relatou as dores físicas que a heroína causou em seu corpo quando iniciou a caminhada. César fala o português com certa dificuldade, mas todos entenderam e a maioria das pessoas presentes se mostrara chocada com dificuldades apresentadas por ele quando sofria com a abstinência”, escreveu Milton Ivan Kissmann.

6 ideias sobre “Primeiros passos

  1. LEONICE DE PAULA SILVA

    Boa Tarde Milton, parabéns pelo GEV de Não me Toque, sou a mãe de um Es também da Fazenda de Casca, o Jhonni e acompanhei toda a trajetoria desses meninos durante esse ano 04/2011 a 04/2012, e pude também dar a Eles um pouco desse amor de Mãe e de Esperança, e também sei o quanto Eles precisam desse nosso apoio aqui foram, por isso nosso grupo do GEV de Curitba estão Unidos com Voçês. Paz e Ben a e que Deus os abençoi nessa nova caminhada.

    Leonice P.S. Curitiba-Pr

  2. Ângela

    Olá Gev! Parabéns por todos assumirem este trabalho também fora de um Centro ou Comunidade terapêutica, é um trabalho exigente mas que traz muitas felicidades, muitos momentos de alegrias e também de dores, mas nada além do que podemos administrar. Sabemos da necessidade de ter um grupo GEV aí que leva e transmite para as pessoas que precisam o nosso estilo de vida da Fazenda, este amor ao próximo como a si mesmo, ou quem fizer ao menor dos pequeninos, a MIM o fizestes.Tudo isto é um trabalho gratificante se colocarem Deus em Primeiro e depois o GEV, deixar que Ele conduza estes encontros. Parabéns!
    Ângela m. Rodrigues-Fazenda da Esperança de Toledo.

  3. rozani magalhaes

    Miltom parabéns por esta iniciativa.Que Deus continue iluminando a você e todos que fazem parte desta abençoada família da Esperança.
    Sou mãe do Igor GEV/SALVADOR/ BAHIA
    ESTAMOS UNIDOS
    ROZANI E IGOR MAGALHÃES

  4. Milton Kissmann

    Olá amigos e amigas!!!
    Sou o coordenador do Gev de Não-Me-Toque/RS. Nós, do Grupo Esperança Viva, estamos muito felizes em poder trazermos também aqui para nosso município a esperança de dias melhores de que tantas e tantas famílias esperavam. Podemos ter a experiência de encontrar nas façes de cada uma das pessoas que participam dos nossos encontros, o brotar dessa semente que lançamos e unidos a Jesus estamos regando, adubando e fortalecendo. Já tivemos o 3° encontro agora no dia 28 próximo passado e temos a satisfação de poder ver a casa sempre lotada, não tão somente de pessoas, mas também de “Esperança Viva”. Eu particularmente me sinto extremamente feliz em poder ajudar, dar apoio e orientar à cada um que me procura, pois tive uma longa e sofrida caminhada no mundo das drogas. Foram 31 anos de egoísmo, orgulho, mentiras, julgamentos e dor… muita dor, não só minha, mas, principalmente daquelas pessoas que mais me amavam e mesmo sofrendo nunca me abandonaram. Logo que deixei a Fazenda senti um desejo muito grande de dar ao meu próximo a mesma chançe que tive de “Recomeçar”. Faço esse trabalho voluntário a quase quatro anos. Já pude, com a ajuda da Fazenda da Esperança e principalmente de Deus, devolver a vida à vários jovens, alguns já completaram o ano, outros ainda estão em recuperação, porém, todos felizes. Hoje me sinto um escolhido por Deus. Agradeço a cada dia que tive envolvido com as drogas, porque carrego comigo a certeza de que foi Ele quem me escolheu, porque certamente sabia que eu seria capaz de superar e hoje usar toda aquela experiência para livrar o meu irmão da mesma dor que um dia tanto me fez sofrer. Agradeço a todos pelo apoio e sempre que possível, nós, do GEV/Não-me-toque estaremos dando notícias. Domingo dia 08/07/2012 Fazenda d Esperança de Casca/RS, estará completando 17 anos de ajuda e de amor ao próximo, quero em nome de todos os GEVS, deixar aqui os parabéns e que Deus continue iluminando e abençoando para que possa devolver a vida a todos que precisarem. Nós do GEV/NMT, estaremos todos lá, comemorando UNIDOS…

    Paz e bem…
    Unidos!!!
    Abraços do amigo Milton.

  5. tharcisio

    A guérra sempre será para mim álgo que não entrara na minha cuca, mas foi por meio déla que as primeiras focolarinas uniram-se. É para mim álgo curioso de como hoje está enraizada meio a faz. Esperânça. Lendo a matéria acima, cinto a grande luta de se obter a cura, formando grupos, relatando testemunhos a fim de se fazer um com o próximo para minimizar o sofrimento de todos quanto se encontram nos vicios, digo que é muito difícil sair deles mas não impossivel, eu sai, mas somente eu sei das dores. Até que através de muita oração me reencontrei, consigo hoje ter auto controle,e traço métas em meio ao corre corre do dia a dia. E digo mais a cada dia surge maiores oportunidades de melhora é somente ter a corragem de se lançar em um objetivo do bem que lhe fará feliz com toda a certeza. O ser humano não é um robo somos nós que traçamos nossa historia com à ajuda primeiramente de jesus, e fazendo por onde merece-la ou seja amando. me perdoem alguns êrros beijos. E ao Miltom e todos forças e sempre muita corragem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>