Crack, é possivel vencer

[nggallery id=293]

Ontem (08/12), em Brasília / DF, Adalberto Calmon, representando a Fazenda da Esperança, participou do lançamento do conjunto de ações integradas para o combate ao crack, com o lema ‘crack, é possível vencer’.

A presidenta Dilma falou historicamente o que as comunidades terapeuticas fazem pelo Brasil e conclamou que todos tenham um olhar diferente para este contingente de vocacionados. Vida sim e droga não é o tom que a Presidenta deseja tratar, cuidar, previnir e reprimir.

Também foi muito importante a fala do governador da Bahia, Jaques Vagner, destacando a importância da família no combate as drogas e como se deve trabalhar sob valores.

O importante dentro do Plano Nacional é o reconhecimento das Comunidades Terapeuticas, fala inclusive do Ministro da Saúde e confirmado pela presidenta Dilma, que reconhecem as comunidades cada uma com sua historia e metodologias diferentes, mas que devem estar adequadas a RDC 29.

“Estivemos pessoalmente com a Presidenta, eu e os representantes das Federações, o Mauricio Landre da Federação Brasileira das Comunidades Terapêuticas, o Pastor Wellington da Federação Brasileira das Comunidades Evangélicas e o Célio Barbosa da Federação das Comunidades Terapêuticas do Norte e Nordeste, e a Presidenta nos falou para continuarmos firmes em nosso trabalho. Portanto, o Governo Federal reconheceu a Comunidade Terapêutica como um local protegido para tratar usuário de crack e outras drogas, sendo incluidas no plano nacional”, escreveu Adalberto Calmon.

A presidenta Dilma Rousseff recebeu os cumprimentos de Adalberto que a convidou para conhecer pessoalmente a Fazenda da Esperança. “No momento que estávamos com a presidenta Dilma, consegui falar da Fazenda da Esperança e ela disse que já conhece um pouco o trabalho, e nos disse para continuar firmes, bateu no meu ombro e falou “conto com vocês”. Convidei-a para visitar a Fazenda, mas foi muito rápido, quem sabe numa audiência que o frei Hans for será possível confirmar o convite”, escreveu Adalberto.

Nesse evento foi publicado que o governo federal destinará do orçamento R$ 4 bilhões para esse programa que possui três eixos: cuidado, autoridade e prevenção.

4 ideias sobre “Crack, é possivel vencer

  1. Rolf Hartmann

    Estivemos presentes junto com as demais federações, representando a Cruz Azul no Brasil.
    O reconhecimento claro da Presidente Dilma e do Ministro da Saúde Alexandre Padilha apenas faltou com regras claras e efetivas de conveniamento para o que as federações estarão unidas para tornar isso realidade. O plano parece coerente e no conceito de rede
    Rolf Hartmann

  2. Cristiano Galvão

    Sou um “ES” e muito me alegra ver a República se rendendo ao tratamento direcionado a VIDA e não ao fim dela, como comummente vemos nas penitenciárias e centros público de reabilitação.

    Paz & Bem.

  3. Fabiana

    Como é bom saber que ainda existem pessoas que se preocupam com campanhas a favor da vida,e com certeza é possivel vencer esse mal que tanto destroe a vida dos nossos jovéns e com a graça de Deus o AMOR vai vencer.

  4. denise valente muniz

    Que Deus toque cada vez mais o coração de nossos governantes….
    Esta doençãa “crac” já virou ipedemia.São muitos necessitando de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *