Arquivos da categoria: Depoimentos

Jovens recuperandos e recuperandas, voluntários da esperança, embaixadores da esperança e amigos que contam suas experiências realizadas na Fazenda da Esperança e sob o estilo de vida da comunidade terapêutica.

Passar pela dor e descobrir a pérola

Por: Evandro Moreira

“Quem permanece no amor, permanece com Deus”, (Cf. 1º Jo 4).

    Esta é a Palavra de Vida Diária refletida hoje (quarta-feira, dia 29) pelos jovens em todas as Fazendas da Esperança e por inúmeras pessoas em diversas partes do mundo. O trecho bíblico reflete o momento vivido por todos por conta da perda da Irmã Odete Aparecida dos Anjos, que teve sua vida tirada numa ação violenta, na última sexta-feira (24), na comunidade das Pedrinhas, Guaratinguetá/SP.

Durante a homilia da Missa transmitida ao vivo pelo canal Rede Vida, Padre Christian Heim, responsável pela Fazenda da Esperança das Pedrinhas, refletiu sobre a cruz e o que existe por trás dela. “Se vamos passar pela dor, vamos descobrir a pérola preciosa, o tesouro. E isto é a experiência que vivemos nestes dias. Assim, nunca podemos parar no sofrimento. Precisamos continuar amando. Obrigado, Irmã Odete, porque a senhora nos ajudou a ir além, a não parar de amar”.

O celebrante exemplificou a dor e a glória usando a cruz da capela da comunidade, na qual existem duas pedras. “A vermelha significa a dor, nossas angústias, tudo o que aconteceu nestes dias, o sofrimento até o sangue. Mas se não paramos na cruz e passamos pela dor – continuou virando a cruz – vamos descobrir a pérola preciosa – que está na parte de trás da cruz”.

Thiago Tavella, ex-recuperando e voluntário, é natural de Piracicaba. Ele se recuperou na Fazenda das Pedrinhas e contou sua experiência durante a Missa. “Este acontecimento tão trágico com a irmã, fez com que eu enxergasse que a vida é tão frágil para que eu perca tempo com coisas fúteis, que passam. Então, decidi me doar mais e compreendi que a vida que eu pensava que me traria felicidade era ilusória. Agradeço à Irmã Odete por me mostrar que o verdadeiro sentido do amor é ajudar, servindo e amando”.

Várias religiosas da Congregação das Irmãs Franciscanas de Siessen, a qual Irmã Odete pertencia, participaram da celebração. Irmã Rosa Maria Severino, Provincial das Irmãs, também deixou uma mensagem durante a Missa e agradeceu a solidariedade das pessoas. “Nossa comunidade tem uma dor muito grande, mas também uma esperança. Estamos nos ressuscitando aos poucos e queremos agradecer à Irmã Odete, que se tornou mártir aqui, neste lugar. Oferecemos sua perda pedindo novas vocações, para a Igreja, para nossa comunidade. Queremos continuar nossa missão com o carisma que Deus nos deu, e precisamos de jovens corajosas, como a Irmã Odete”.
Grande Perdão – “O dia 2 de agosto é o Dia do Grande Perdão, celebrado pela Família Franciscana. Quero convidar cada pessoa para que faça um ato de perdão, escrevendo uma carta, colocando intenções na missa. Assim vamos chegar ao grande perdão que queremos dar para a pessoa que fez isso com a Irmã Odete”, motivou Irmã Rosa Maria Severino.

Irmãs de Siessen Thiago - Pe Christian - Irma Rosa Pedrinhas - Capela Geral Cruz Pedrinhas - Pérola Cruz Pedrinhas - Dor