Arquivo do autor:admin

Diário das jovens da EMI

As jovens da Escola Missionária Internacional contam as experiências vividas em Riewend/Alemanha.

12 Jun – Saimos de Hellefeld com destino a Riewend; no caminho passamos na casa de uma voluntaria Katarina que esteve no Brasil no começo do centro feminino e continua sendo uma voluntária da Fazenda. Apesar de termos chegado atrasada devido ao trânsito intenso da viagem, as meninas nos receberam com muita alegria.

No dia seguinte, tivemos a oportunidade de conhecer a nossa casa e nos apresentar para a família de Riewend e o padre Franz Schulte, que acompanha as fazendas daqui, celebrou a missa onde nos contou sobre a sua vida e sobre a sua relação com a Fazenda. Ficou para jantar conosco, um delicioso churrasco.

Em nossa primeira saída, fomos conhecer um dos cinco maiores campos de concentração nazista na Alemanha. Neste lugar todos nós sentimos uma dor muito grande, pelo sofrimento físicos e psicológicos que as pessoas ali sofreram.

Nos áudios que ouvimos dos sobreviventes vimos que falavam como lhes davam força a cada dia a ajuda de um irmão que lutava também ao seu lado e como isso os unia e lhes dava força. A noite o Pe Ruprest veio celebrar a missa e compartilhou o jantar conosco.

Nos encontramos com o Pe Mathias Laminske, que já morou no Brasil e que carinhosamente nos recebeu a moda Brasileira/Mineira, com café e pão de queijo quentinho a beira do rio, ao lado da Igreja que ele é o pároco em Köpenick.

Pe Mathias viveu no lado da Alemanha comunista e nos contou como foi difícil quando ele decidiu estudar teologia para ser padre, pois naquela época quem decidisse seguir os passos da religião cristã, automaticamente perderia todas as seguridades que o governo dava aos cidadãos, como seguro de saúde e aposentadoria. Mas mesmo assim ele seguiu o seu chamado!

De lá seguimos de trem para a capital da Alemanha, Berlim, passamos pela casa da primeira ministra, o parlamento e o ministério; a estrutura desses prédios são de vidro para assim representar a transparência que o governo age com o povo. Ao lado do parlamento encontra-se parte do muro de Berlin, derrubado em 1989. De lá, visitamos o famoso portão de Brandenburg e também ao lado o monumento criado para recordar todos os judeus mortos no holocausto.

Depois participamos da missa e procissão de Corpus Christi. Estavam presentes representantes de várias igrejas num sinal de desejo de unidade dos cristãos com cerca de 5.000 pessoas. E finalizamos com um churrasco alemão feito pelos meninos da Fazenda.

Na comunhão no dia seguinte, ficou muito forte para todas nós uma expressão muito iluminada que o Pe Mathias partilhou: de como a Fazenda nos faz encontrar o limite humano e nos da a coragem de ultrapassa-los, e realmente confiar que Deus estará do outro lado.

Depois de uma manhã de tarefas em casa, nós viajamos para a cidade de Potsdam para conhecer um castelo. Depois partimos para Brandemburg para um encontro com o pastor Patzelt, o vigario Markus e um grupo de jovens de sua paróquia, fomos recebidos com pizzas e sucos e com muita alegria. Três de nós contamos experiências e cantamos juntos. Foi um momento bonito de convivência.